Cannabis medicinal proporciona alívio a pacientes com fibromialgia

cannabis-e-fibromialgia

 

Tarefas cotidianas como tomar banho, se vestir ou cozinhar podem se tornar exaustivas para pacientes portadores de fibromialgia. Além de ser bastante incômoda e evoluir com o passar do tempo, esse tipo de dor crônica comumente acaba ocasionando outros problemas como insônia, fadiga intensa e transtornos de humor, como ansiedade e depressão.

Os fármacos habitualmente prescritos para o tratamento da fibromialgia (antidepressivos, gabapentinoides, ansiolíticos e relaxantes musculares) frequentemente deixam a desejar no controle dessa miríade de sintomas, e cada vez mais, médicos e pacientes sentem necessidade de novas e mais eficazes alternativas terapêuticas.

Felizmente, as pesquisas científicas sobre o uso da Cannabis medicinal no tratamento da fibromialgia vêm trazendo resultados cada vez mais promissores. Muitos desses estudos comprovam um alívio significativo das dores da fibromialgia, mesmo em casos mais graves. Continue a leitura e fique por dentro deste contexto!

 

Sintomas e transtornos decorrentes da fibromialgia

A fibromialgia afeta predominantemente mulheres. Um estudo brasileiro aponta que 3% delas com idade entre 30 e 55 anos sofrem dessa doença, que se caracteriza pela ocorrência de dores generalizadas de grau elevado. 

O nível de percepção das dores aumenta com o passar dos anos e, em alguns casos, os incômodos músculo-esqueléticos são tão grandes que podem se tornar incapacitantes.

Outra complicação da fibromialgia são os transtornos neuropsiquiátricos que surgem associados com o mal controle da doença. Com o passar do tempo, é comum que os pacientes desenvolvam distúrbios do sono, transtornos de humor, cefaleias intensas, dificuldade de concentração, entre outros sintomas que afetam diretamente a qualidade de vida.

Por ser um transtorno crônico, o tratamento consiste basicamente em controlar os episódios de dor e melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. Além da terapia farmacológica, a prática regular de exercícios físicos, a psicoterapia e a acupuntura também são bastante recomendadas pelos médicos para tratar a fibromialgia.

 

Cannabis e fibromialgia: uso do CBD e THC no tratamento

Uma das pesquisas científicas mais relevantes sobre a relação entre Cannabis medicinal e a fibromialgia foi desenvolvida por pesquisadores brasileiros, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Essa pesquisa, publicada em 2020, confirma evidências obtidas em estudos anteriores e atualiza dados importantes quanto ao uso de fitocanabinoides no alívio das dores crônicas da fibromialgia.

Dentre os resultados do experimento, destaca-se a redução da severidade da doença de 75 para 30 pontos, na escala de 0 a 100 pontos do Questionário de Impacto na Fibromialgia (FIQ ) nos pacientes que fizeram uso de produtos à base de Cannabis durante oito semanas.

Já no grupo placebo a redução foi de apenas 70 para 61 pontos na escala FIQ durante o mesmo intervalo de tempo. Além do resultado significativo em relação à diminuição do grau da doença, a pesquisa também apontou melhora nos aspectos relacionados ao bem-estar, habilidade para o trabalho e percepção da dor.

 

THC e fibromialgia

Importante ressaltar que, na pesquisa citada anteriormente, o THC foi o principal princípio ativo do experimento, confirmando o potencial terapêutico dessa substância em contextos específicos. Nos casos avaliados, foi possível obter efeitos medicinais significativos mesmo com baixa dosagem diária de THC, o que por consequência, reduz a possibilidade de efeitos psicoativos.

Inclusive, quanto aos atributos medicinais do THC, vale lembrar que esse fitocanabinoide apresenta potencial terapêutico único, frente inclusive ao CBD em diversos contextos clínicos, a exemplo de sua capacidade em modular a percepção do estímulo doloroso em quadros de dores crônicas.

Além disso, a substância também é potencialmente eficaz como relaxante muscular, estimulador de apetite e indutor do sono. O que é muito bem-vindo no tratamento dos outros transtornos que, como dissemos, frequentemente surgem em decorrência da fibromialgia.

 

CBD e fibromialgia

Outra pesquisa, conduzida por pesquisadores do Departamento de Anestesiologia da Escola de Medicina da Universidade de Michigan, mostrou que, de um grupo de 2.701 pacientes portadores de fibromialgia, 32% deles utilizavam o CBD como agente terapêutico de combate às dores crônicas da doença, ansiedade e transtornos do sono.

Este artigo indica que o uso de CBD é comum entre pessoas com fibromialgia e os resultados inferem que muitos pacientes se beneficiam do uso de CBD em diferentes aspectos da doença. Os autores sugerem que os médicos devem discutir o uso do CBD com pacientes com fibromialgia e que estudos futuros são necessários para avaliar mais rigorosamente o valor terapêutico do CBD para os sintomas de fibromialgia.

Por isso, é fundamental que os médicos ampliem seu arsenal terapêutico e busquem formação adequada para a prescrição segura e eficaz de derivados canabinoides. É fundamental ter amplo conhecimento sobre o perfil dos produtos prescritos para desenvolver estratégias assertivas de dosagem.

A WeCann Academy promove um curso de excelência na área, capaz de agregar mais valor a esse conhecimento disruptivo. Estamos comprometidos com a sua jornada de aprendizado, interligando de forma altamente qualificada, conhecimento científico e experiência prática no uso medicinal da Cannabis.

 

Entre em contato conosco e faça parte desta comunidade global de estudos em Medicina Endocanabinoide!

 


Referências

Boehnke KF, Gagnier JJ, Matallana L, Williams DA. Cannabidiol Use for Fibromyalgia: Prevalence of Use and Perceptions of Effectiveness in a Large Online Survey. J Pain, 2021.

Chaves C, Bittencourt PCT, Pelegrini A. Ingestion of a THC-Rich Cannabis Oil in People with Fibromyalgia: A Randomized, Double-Blind, Placebo-Controlled Clinical Trial. Pain Med, 2020.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin

Mantenha-se Conectado

Artigos

Educacional

Siga nossas redes sociais e fique atualizado!

pt_BRBR